segmentação organica para facebook

Novas formas de segmentação orgânica do Facebook

Já faz algum tempo que escrevi um post para este mesmo blog comentando sobre as segmentações orgânicas para suas páginas, porém estas segmentações nos davam apenas opções demográficas.

Porém nesta última quinta (13/12/2014), o Facebook liberou novas opções de segmentação sendo elas por Interesse (assim como já existia nos anúncios) e a última, não sendo bem uma segmentação, é a por data limite de impressão, vamos explicar melhor, mas primeiro não esqueça de ativar a opção de segmentação orgânica para sua página.

Segmentação por interesse

Assim como já existe para os anúncios, esta forma de segmentar sua publicação apenas para as pessoas com interesses específicos, uma opção para fazer publicações diferentes para diferentes públicos.

Isto é ótimo para aumentar a sua taxa de engajamento, uma vez que você está enviando uma mensagem quase pessoa à pessoa, conversando diretamente com aquela pessoa.

Segmentação organica de publicação p

Segmentação para data limite do post

Você já viu quando está em seu feed de notícias, e aparece um post com vários comentários de amigos seus, que é uma promoção, mas quando você vê que já passou o prazo e não pode mais participar.

Através desta opção, sua marca não ira acabar frustando um cliente e/ou fã, pois aqui você define quando seu post não será mais exibido no feed de notícias.

Data limite para publicação.

“Mas assim vai reduzir ainda mais meu alcânce”

Quando mostrava a primeira vez estas segmentações orgânicas, a primeira coisa que reparavam eram no tamanho da audiência e que sempre que adicionavam uma nova segmentação aquele número descia.

Então foi preciso explicar, de uma forma bem simplificada, você é uma loja que aluga roupas para casamentos, você sempre faz a mesma publicação falando sobre vestidos e ternos, e enviava para homens e mulheres, porém nem todos recebiam, como algumas pesquisas mostram, apenas 10% do seu público recebe, e muitas vezes não interessa para ele saber do vestido ou ela do terno, então eles não interagem.

Mas agora você cria uma publicação falando apenas com os homens, sobre uma promoção para aluguel de ternos, e uma para mulher sobre os vestidos, isso criaria uma linguagem mais próxima, fazendo com que aumente o engajamento, e ela entregue para mais pessoas dentro daquele target que você definiu.

Acertando seu anúncio no alvo.

Utilizando comentários para fazer anúncios segmentados no Facebook

Você provavelmente já deve ter feito um post perguntando as preferências do seu público sobre um determinado produto, certo? Mas para o que você usou as respostas deste post? Apenas para gerar engajamento na página? Para conhecer quais são as preferências do seu público? Mas você sabia que pode anunciar especificamente para estas pessoas?

Neste post vou mostrar como fiz para fazer anúncios segmentados utilizando as respostas da enquete da página.

O post de enquete.

enquete para ads

Através deste post comecei a obter respostas de clientes, falando suas preferências através dos comentários, vejam só:

Respostas da Enquete

E como podemos pegar esses dados para fazer anúncios segmentados? Simples, no post passado escrevi sobre como criar um audiência customizada baseada nos visitantes do seu site, lá expliquei que poderíamos que além do pixel de rastreamento poderiamos criar públicos baseados em mailing e IDs do Facebook e para este tipo de anúncio iremos utilizar a opção de IDs.

Como pegar os IDs?

Através da ferramenta da APP Digital que exporta os comentários (e curtidas também) em uma planilha do Excel iremos capturar estes comentários e as IDs desses usuários.

Acesse a ferramenta aqui e clique no “Facebook export comments“, na ferramente ele irá pedir o ID do post no qual você deseja exportar os comentários.

Para pegar o ID deste post é simples, basta clicar no “timestamp” (o horário ou há quanto tempo ele foi publicado) dele, assim você irá abrir ele separadamente da sua “timeline“, note que a URL alterou e deve estar mais ou menos assim: https://www.facebook.com/USERNAME/posts/6542169454687, este número do final é o ID do post, no qual você deve copiar e colar na ferramenta.

ID do post para exportar comentários.

Note que logo abaixo aparece “Download do arquivo em XLS (Excel)“, clicando neste botão você terá o arquivo para ser trabalhado no Excel, ele será parecido com este:

Lista de comentários exportados com IDs de usuários.

Note que na coluna A temos o ID do comentário que não é o que precisamos, na coluna B tem o que é importante para nós, os IDs de usuários. Mas apenas os IDs não nos ajuda a segmentar o anúncio como queremos, para isso precisamos utilizar a coluna D onde estão as respostas. :-)

Esta parte dá um pouco mais de trabalho, precisamos filtrar as respostas e separar os IDs dos usuários (alguns itens conseguimos através do filtro do próprio excel).

Depois de separar os usuários pela suas respostas, precisamos criar um arquivo *.txt ou *.csv, para isto é simples, basta copiar apenas os IDs no bloco de notas (separados em um por linha e apenas o ID), ficando assim o arquivo:

IDs dos usuários em arquivo TXT.

Agora salve este arquivo para subir como uma audiência personalizada no seu Gerenciador de Anúncios.

Subindo sua lista no Facebook

Para subir sua lista de IDs no Facebook, você precisa estar dentro do gerenciador de anúncios e clicar em “Audiences“, no menu da esquerda, após isto irá aparecer sua lista de audiências customizadas.

Audiências no Facebook Ads

Agora você precisa clicar no botão verde “Create Audience” e depois escolher a opção “Custom Audience“, assim criaremos um público personalizado.

Audiencia customizada para site.

Nesta parte selecione a opção “Data File Custom Audience” para que você possa subir o arquivo *.txt com os IDs de usuários que você obteve através do exportador de comentários.

Agora você deve preencher as opções como título, descrição e selecionar a opção “User IDs” e escolher o arquivo dentro do seu computador.Selecionando o arquivo com as IDs dos usuários.

Vale sempre lembrar de ler os termos de uso de públicos personalizados do Facebook.
Pronto, agora basta esperar o Sr. Zuckerberg liberar sua lista e você estará pronto para usar ela em seus anúncios.

Publico personalizado pronto.

Você já tem utilizado esta opção? Quais benefícios você vê?
Deixe nos comentários.

 

Zock - Agendamento no instagram

Como agendar publicações no Instagram

Zock - Agendamento no instagramUma dúvida muito comum para os gerenciadores de mídias sociais é como fazer o agendamento de publicações no Instagram, ou até mesmo com subir suas imagens através do computador, e assim não precisar ficar trocando de conta via celular.

Já vi diversas ferramentas, porém ou eram pagas ou não estavam funcionando, até que ontem me deparo com o Zock, uma ferramenta de agendamentos no Instagram e de graça (para uma conta e até 5 publicações por mês, o que já resolve alguns problemas).

Vale a pena visitar a ferramenta e testar, abaixo o teste que publiquei ontem em minha conta pessoal

Hoje recebi um e-mail deles sobre problemas com erros de agendamento, falando sobre a queda do sucesso das postagens, ou seja não confie 100% na ferramenta e sempre confira se a publicação foi para o ar e tenha um ‘plano de contigência’.

Um outro fator que me deixou um pouco preocupado foi o fato de eles não usarem o OAUTH do Instagram, dizendo que a própria mídia social não fornece esse tipo de API, porém se não me engano o Statigr.am já trabalha com esse tipo de autenticação.

O que acharam da ferramenta?

Agendamento automático do Feedly para o HootSuite

Como automatizar a publicação de links no twitter

Já faz algum tempo que não tenho utilizado o twitter como antigamente, como uma ferramenta de rede social, nesses últimos meses estou usando ele apenas como um propagador de informação e links interessantes. Pouco tenho usado para leitura ou troca de informações com outros usuários.

E para facilitar esse trabalho de agendamento de links durante o dia o HootSuite lançou o Auto-schedule ferramenta do próprio painel que permite que sua mensagem seja agendada automáticamente para os melhores horários do dia, e a maior maravilha de todas ela é integrada com o meu maior amor de automatização de ferramentas web o IFTTT, ferramenta que permite que você crie receitas para automatizar funções.

Então vamos começar, como falei em receitas (termo que o IFTTT usa) vamos começar com os ingredientes dela:

Essas três etapas eu vou pular, supondo que você já utilize esses três serviços maravilhosos. Também não explicarei como autenticar os canais no IFTTT, pois são de extrema facilidade e isso nos poupará tempo e caracteres desnecessários aqui. :)

Criando a automatização no Feedly

Para começar com o processo, primeiramente você precisa criar a tag no Feedly para que aquele link seja publicado sempre que você marca-lo com a tag.

Vá até o Feedly, e em um link qualquer adicione a tag que deseja.

Criando tag no Feedly

 

 

Depois de clicar em “Create tag“, digite o nome que irá utilizar para a receita.Criada tag de automatização no feedlyE ela irá aparecer no Feedly desta maneira

Link taggeado para automatização

Criando a receita de automatização no IFTTT

Com os canais vinculados no IFTTT e a tag criada no Feedly agora apenas nos resta criar a receita para que este link seja agendado automáticamente no Twitter e não precisamos nos preocupar mais com escolher horários e ficar trocando de janelas para a publicação de links em nosso Twitter.

Dentro do IFTTT você deve ir em até “Create” e escolher o primeiro canal, que será o Feedly

Criando receita para automatização do Twitter no IFTTT

Captura de Tela 2013-07-17 às 09.35.20Então escolha qual será a regra de ativação para este canal, aqui iremos selecionar o modo de Tag e selecionar a tag que criamos lá no Feedly para esse processo.

Escolhendo ativador de tags para automatização

Captura de Tela 2013-07-17 às 09.37.42Após definido o ativador da receita devemos configurar o que será feito pela ferramenta, primeiro selecionamos o canal onde irá ser enviado o dado. Aqui selecionaremos o HootSuite, para que ele faça o agendamento automático para nós.

Selecionando o canal HootSuite para envio do linkE depois selecionar a opção de criar uma mensagem com o auto-agendamento do HootSuite.

Criando mensagem com auto-agendamento do HootSuite no IFTTT

 

Depois disso devemos selecionar em qual rede (que já foi vinculada no HootSuite) que será disparada a mensagem e qual será o formato dessa mensagem.

Criando modelo de mensagem automática no TwitterNeste caso da imagem, a mensagem será o título da página junto com a URL, porém você pode adicionar outros ingredientes (variáveis) como:

  • Conteúdo;
  • URL da primeira imagem;
  • Tags;
  • Categorias;
  • Data.

Ou até um texto próprio, caso você tenha criação de conteúdo próprio no twitter, pode criar alguma hashtag para esse tipo de conteúdo como #dicadoKGG #leituradiaria ou o que julgar ser melhor.

Espero que tenha ajudado, quais outras receitas vocês utilizam para ajudar no trabalho de Social Media de vocês?

Segue o link de algumas receitas que eu utilizo:

 

 

 

 

 

Página no Facebook

Como colocar uma imagem para aba personalizada da página no Facebook

Durante o curso do Israel Degasperi na Líbere Fashion School, surgiu a dúvida de como substituir a imagem da aba na sua fan page. Acredito que essa não seja uma dúvida apenas nas pessoas do curso, mas de várias pessoas que estão criando suas páginas e adicionando abas nelas.

Alterando a imagem da aba no Facebook

Página no Facebook

Com seu aplicativo instalado já na sua página, você deve seguir os seguintes passos.

Editando o aplicativoPrimeiro clique na seta ao lado dos aplicativos para mostrar mais, e também a caixa de edição dos aplicativos já instalados. Logo depois clique na “caneta de edição“.Captura de Tela 2013-07-06 às 11.31.17

E no link para editar configurações, onde irá aparecer a opção para alterar os dados do aplicativo que você instalou na sua página.

Captura de Tela 2013-07-06 às 11.31.34

Aqui vocês podem alterar a imagem da aba, o nome dela, e remover ela da sua página. Clicando para alterar a imagem irá aparecer a seguinte tela.

Subir uma imagem para aba personalizadaEntão clique na imagem para que possa alterar ou remover a imagem atual.

Captura de Tela 2013-07-06 às 11.32.23

Selecionando a imagem no seu computador, basta salvar as configurações e sua imagem de aba.

Não se esqueça que a imagem devem ser salvas nas extensões .JPG, .GIF ou .PNG e com as dimensões de 111 por 74 pixels.

 

 

 

 

670_facebookeinstagram.jpg[1]

Criando uma aba com Instagram em sua página no Facebook

Uma dúvida recorrente nos grupos de marketing digital, e que surgiu ontem novamente através do Fábio Lima, um bom aplicativo para colocar suas fotos do Instagram em uma aba. Então me veio uma ideia interessante, utilizar o IFTT com o Tumblr.

670_facebookeinstagram.jpg[1]

A ideia é bastante simples, com o IFTT pegar todas as fotos publicadas na sua conta do Instagram e publicar elas no Tumblr. O interessante é que com o IFTT você pode pegar todas as fotos com determinada hashtag, fotos que você curtir e outras opções. Então vamos começar.

Ativando suas contas no IFTT

Partindo do princípio que você já tem suas contas no Instagram,  Tumblr e IFTT prontas, você precisa dar acesso a suas redes no IFTT. Essa parte é muito fácil, basta ir em “Channels” no menu do canto superior direito.

Channels no IFTT

 

 

Na próxima tela irá aparecer os ícones dos vários serviços que a ferramenta suporta.

 

 

 

Serviços suportados pelo IFTT

Aqui podemos ver que os ícones do Instagram e Tumblr estão selecionados, pois já estão ativos na minha conta. Para ativar suas mídias basta seguir esse próximos passos.

Clique em cima da rede que deseja ativar (Aqui para ativar Instagram e aqui para o Tumblr), e depois em “Activate”

Ativando o Instagram no IFTTDepois basta permitir o acesso do IFTT à sua conta do Instagram, lembre-se de conferir se está logado com a conta que deseja publicar as fotos, para não correr o risco de publicar suas fotos pessoais na aba do seu cliente.

Autorizando o IFTT a utilizar sua conta no Instagram

 

Para ativar sua conta do Tumblr no IFTT basta seguir os mesmos passos, para o link de ativação do Tumblr.

Criando sua receita para publicar as fotos do Instagram no Tumblr.

Depois de ter ativado as duas redes na sua conta do IFTT, você precisa criar sua “Receita” para automatizar o trabalho. Clicando em “My Recipes“, irá aparecer todas as receitas que existem na sua conta, nesse caso nenhuma.

Então você deve começar a criar a sua em “Create a recipe“, e escolhendo o “THIS” e selecionando o ícone do Instagram e escolhendo a sua ação. Aqui vou usar o “Any new photo of you” (para pegar todas as fotos publicadas na minha conta).

Escolhendo toda a foto publicada na minha conta no instagram

 

Agora temos o que queremos que a ferramente pegue, todas as fotos que eu publico na minha conta e temos que escolher o que queremos que o IFTT faça.

Pegar todas as fotos publicadas na minha conta no InstagramAgora queremos que todas essas fotos sejam publicadas no nosso Tumblr certo? Devemos escolher o “That”, selecionar o Tumblr e pedir para que ele coloque todas as fotos tiradas da minha conta do Instagram sejam publicadas no meu Tumblr como fotos.

Publicando toda foto do Instagram no TumblrNo primeiro campo, devemos deixar o parâmetro do SourceUrl ({{SourceUrl}}), pois esse será o caminho do arquivo da imagem no Instagram, já no segundo campo será a legenda para a foto, por padrão ele coloca a sua legenda publicada no Instagram e em seguida a URL para a pessoa ver ela no próprio Instagram. Você pode inserir os seguintes parâmetros, ou ingredientes como o IFTT chama, legenda (PhotoCaption), URL do Instagram (Url), Caminho para o arquivo da foto no Instagram (SourceUrl) e data que foi publicada (CreatedAt).

Escolha dos ingredientes no IFTTNessa tela você também pode escolher como quer que a foto seja publicada no Tumblr. Como uma publicação direta (Publish now), adicionar na lista de publicações (Add to queue, agendamento automático), salvar como rascunho (Save as draft, para que seja alterado/revisado e publicado depois) e publicar em modo privado (Publish privately).

Inserindo seu Tumblr como aba na sua página no Facebook

Existem duas formas de inserir seu Tumblr como uma aba na sua fan page, uma fazendo com que sua URL seja um aplicativo de aba para o Facebook. Porém como o Tumblr não dispõe de uma URL segura para seus usuários é preciso que você utilize um domínio próprio com certificado de segurança SSL, fazendo um subdomínio que o Tumblr administre. Semelhante ao Rápidinhas com @KaueKGG ou ao Instagram do @KaueKGG.

Caso você não tenha um domínio próprio ou com o certificado SSL basta você seguir os próximos passos.

Primeiro aconselho que escolha um tema no seu Tumblr atrativo para imagens, como esses aqui, fazendo eles parecido com o Pinterest. Após escolher o tema que melhor se encaixa com a sua marca indico usarem o Static HTML para carregar o seu Tumblr.

Vá em “Add Static HTML to a Page” e selecione a página em qual você deseja incluir a sua aba e vá para a página.

static html

 

No aplicativo Static HTML dentro da página escolha a opção “Website“, que fará com que um site de fora seja carregado dentro da aba na página.

Website no Static HTMLE agora coloque o endereço do seu Tumblr, e coloque para remover as barras de rolagem e através das barras abaixo faça o redimensionamento para que  fique o melhor ajustado no tamanho da aba.

site carregado

 

Pronto, agora você tem uma aba com suas fotos do Instagram rodando em um aplicativo na sua página e não depende de aplicativos de terceiros com layouts iguais. :-)

Veja como ficou o meu tumblr de instagram na minha página.

instagram do kauekggVale lembrar que através dessa ferramenta você não terá as fotos antigas do seu Instagram, serão postadas apenas as novas fotos.

Quais outras ideias vocês tem com esse tutorial? Deixem nos comentários.
Em breve mais dicas.

pinterest-analytics-600(pp_w540_h337)[1]

Como ver o compartilhamento do seu site no Pinterest? Pinterest Web Analytics

O Pinterest anunciou hoje o lançamento da ferramenta de web analytics para sites, como ela funciona? Muito semelhante ao Facebook Insights for website, mostrando informações de compartilhamento do seu site, visualizações dos pins, pins, repins e várias informações de dentro do Pinterest sobre o seu site. Sua pergunta deve ser, como ter essas informações do seu site?

Como instalar o Pinterest Web Analytics.

Alterando o idioma e mudando o visual.

Como sempre as atualizações chegam primeiro para o idioma inglês, então é preciso que você altere o idioma da sua conta.

Indo na página de configurações.

configuração pinterest

idioma pinterest

 

Após fazer a alteração do idioma da sua conta no Pinterest, irá aparecer no menu da conta para alterar o visual da sua conta “Switch to the New Look“.

novo visual

 

Autenticando seu site

Indo no seu perfil, você deve clicar no “lápis” para editar ele.

E depois inserir a URL do seu site

E então clicar no botão para solicitar a verificação do site, Verify Website.

São duas formas de solicitar a verificação do seu site, através do upload de arquivo HTML ou a inserção de uma meta tag no head do seu site. Semelhante ao Google Webmaster Tools.

Após verificado seu site, irá aparecer o selo de website verificado no seu perfil e também em pins com sua URL. O que acaba gerando mais confiança para os usuários do Pinterest.

E clicando nos ícone de verificado ou no menu de perfil, você tem acesso as informações do seu site.

Eu já fiz a verificação do blog para ver como funciona, e vocês? Deixem suas impressões sobre a nova ferramenta nos comentários.

Diretor do Facebook Brasil, diz que agências de mídias sociais estão mal preparadas.

Raphael Vasconcellos, posso ser seu amigo?

Todos sabemos que existem muitos “profissionais” e “agências especializadas” em Mídias Sociais surgindo por ai, e muitas delas fazendo coisas erradas. Porém temos que combinar que o suporte do Facebook não é dos melhores (algumas vezes é um dos piores). São muitas as reclamações sobre as regras que são cobradas de algumas páginas porém de outras são totalmente esquecidas.

Um grande exemplo disso é a nova regra de 20% de texto em imagens anunciadas, onde muitas páginas tem tido seus anúncios tirados do ar. E como explicar depois para o seu cliente que isso não é mais permitido? E o pior é convencer seu cliente, ele entender, e depois ver uma publicação patrocinada de seu concorrente com muito mais do que 20% de texto na imagem aprovada pelo Facebook.

Então você tenta um contato com a equipe do Mark, para tentar entender o que está acontecendo, mas este contato é difícil de se conseguir, lento, geralmente ineficaz e só funciona realmente se você for um grande anunciante, ou como eles chamam Premium.

Como se não bastasse todos esses problemas de contato, pepinos para se resolver, o grande problema das migrações de perfis e mesclagem de páginas que não são resolvidos, temos o Diretor Criativo do Facebook, Raphael Vasconcellos dando uma entrevista para o site da Info onde ele diz “As agências de Social Media do Brasil são mal preparadas”. Na entrevista ele ainda diz que as agências deveriam se aproximar mais do Facebook.
Na teoria isso é tudo muito lindo, e sem dúvida alguma, é o que todas as agências gostariam, porém, cadê a contrapartida do Facebook?
Disponibilizar somente um canal de comunicação (e-mail) é permitir a aproximação das agências?

Acho que esse conceito precisa ser revisto pelo entrevistado, talvez ele devesse analisar como o Google trabalha para proporcionar de verdade essa aproximação com as agências. Talvez assim ele perceba que para existir essa aproximação é necessário primeiro uma preparação maior de sua equipe para poder atender de forma mais eficaz e clara seus clientes.

Quer ter mais agências preparadas? Promova essa preparação, dê mais possibilidades para as pequenas/médias agências se tornarem grandes. Afinal, o pequeno anunciante de hoje pode ser o grande anunciante de amanhã, não é mesmo?
O Facebook ainda tem muito a aprender com o Google, o complicado é que ao invés de enxergarem isso, ficam repassando a culpa do despreparo para as agências. Pobres coitadas.

Certos são eles, os artistas do Facebook.

Este texto foi escrito por mim @KaueKGG, em parceria com o Willian Nandi da agência Web Clint e Ana Caroline Morello.

Mais opiniões no grupo Digitais SC, no grupo Entusiastas e neste post do Cris Dias.

Deixem suas opiniões nos comentários também

Lista de blogs brasileiros sobre mkt digital

Lista de blogs brasileiros sobre Marketing Digital

Ontem em uma das minhas rondas pelo Google Reader, descobri no Social Media Examiner um post que falava sobre uma ferramenta muito interessante para se criar listas e ela se chama List.ly.

Pelo pouco que naveguei por ela, esta ferramenta serve para criar listas e fazer curadoria de coisas, além disso você também pode seguir listas de outras pessoas e adicionar novos  itens as listas.

Então resolvi criar esta lista para que servir como referência dos blogs brasileiros que falem sobre marketing digital como um  todo. Isto inclui conteúdo sobre SEO, SEM, mídias sociais, e-mail marketing, e-commerce e qualquer outro assunto que tenha ligação com o digital.

Gostaram da lista? e da ferramenta?

like_icon[1]

Descobrir quem curte sua página e fazer parcerias

Você já cria um conteúdo interessante, porém ainda não tem o alcance que desejava. Então você pode utilizar das páginas que curtem a sua página para fazer parcerias e aumentar o alcance que você queria na sua página.

Para você saber quem está curtindo sua página é muito simples, basta você ir até sua página e no painel administrativo que aparece logo em cima da foto de capa irá aparecer as últimas pessoas que curtiram sua página.

E em nesta parte do painel, existe um pequeno link escrito “See All”. Clicando neste link irá aparece uma janela dentro do Facebook mostrando as últimas pessoas/páginas que curtiram a sua página.

Porém se você clicar com o botão direito e abrir em uma nova aba (ou clicando com o ctrl apertado, ou clicando com a roda do mouse), irá aparecer a lista ampliada.

Repare que no topo desta lista existe um menu escrito “People who like this” (Pessoas que curtiram isso). Clicando neste menu, irá aparecer as opções de ver também as páginas que curtiram, pessoas que assinaram sua página (e não contam como fãs), administradores e pessoas que foram banidas da página (caso você queira tenha banido a pessoa da página sem querer, pode tirar o banimento aqui).

Agora clicando em “Pages that like this“, irá aparecer a relação de todas as páginas que curtiram a sua.

Agora com a lista das páginas que curtem a minha página eu sei onde posso fazer parcerias, por exemplo sei que o Café Com Blogueiros é um evento para pessoas que escrevem blogs. E o conteúdo da página deles é justamente para ajudar essas pessoas, então é um ótimo parceiro.

O que eu faço é fazer conteúdo que talvez possa agradar essa página e enviar para eles compartilharem. :-)

Facebook ads e o investimento em branding

Discutindo Facebook Advertising: Um investimento em branding!

Este post foi escrito por mim e pela @Maryllac, para o blog Digitiais do Marketing.
Post original.

Discutindo Facebook Advertising: Um investimento em branding!

Você não espera estar em uma roda de amigos conversando quando de repente aparece um vendedor no meio do bate-papo e: “Vocês sabiam que tem uma promoção na loja X de um produto Y, por apenas R$ Z? Demais, não? Vamos curtir!”

Para que seus amigos sejam influenciados pelas promoções e percepções dessa loja, é preciso investir em uma construção de marca, onde torna-se referência para assuntos relacionados ao seu mercado de atuação. Construção de marca e poder de persuasão no mercado digital demanda tempo e muita criatividade, além de dinheiro, claro!

É bem complicado esperar ROI eficaz de e-commerce num ambiente onde as atenções estão voltadas para outras coisas. As pessoas estão na rede social para adquirir e compartilhar conteúdo, e nessas plataformas os usuários não tem foco principal na compra produtos ou serviços, mas é possível influenciar a aquisição e expor seus diferenciais. Branding é investimento na reputação da marca a longo prazo, pois a popularidade gera relevância e se tiver bons conteúdos é possível se destacar. Relevância gera indicações e recomendações, consequentemente, geram vendas.

“Na minha opinião é a melhor ferramenta atual de branding [Facebook Advertising], seja pela economia, seja pela segmentação que podemos determinar. Temos campanhas que geram frequência média de 450 exibições por usuário alcançado, e são usuários com perfil altamente potencial para o cliente. Mesmo com baixos cliques as pessoas certas estão arquivando a sua existência e considerando a sua opção em algum momento da sua vida, seja consumindo ou recomendando. E sem contar a qualidade das conexões, uma campanha bem direcionada e com objetivos bem claros podem nos trazer as pessoas certas para se relacionar. Ainda considero melhor conectar a pessoa a uma fanpage do que levar para um site ou hotsite e a pessoa nunca mais voltar”, Thiago Akira, Criativo e Planner da 80 20 Marketeria Digital.

Com certeza Facebook não é lugar de anunciar “De R$ 999 por R$ 888″, ele está se promovendo como uma plataforma de histórias e conteúdos, e através dessas histórias que vamos entretendo os clientes para que eles comprem nossos produtos ou sejam fiéis a nossa marca. Se efetivarmos o pensamento de que “o facebook não gera vendas”, então seria o mesmo que pensar que TV, Rádio ou Revista também não, pois quem sai de casa assim que lê ou assiste a uma propaganda publicitária para ir comprar e já chega dizendo “Vi a propaganda na TV, quero comprar”?

Sim, são ambientes completamente diferentes, mas na web ainda não há maturidade suficiente no comportamento da sociedade para tanta instantâneidade (já que a compra poderia ser espontânea, pois depende de um clique). Geralmente são 3 problemas-chave: relevância, tempo e privacidade.

Quando as pessoas vêem uma propaganda logo fazem um comparativo de preços, perguntam aos seus amigos sobre aquela marca, produto ou loja. E aí que entra a construção da sua marca, as pessoas vão recomendar as marcas em que elas confiam, que acreditam na reputação. São poucos os que compram algo porque viram a propaganda, e a ferramenta de Multi-Canais do Google Analytics está aí para provar. Os clientes passam por diversos canais, antes de realmente efetuarem sua compra.

Antes de entender de ferramentas digitais, é preciso entender o comportamento do consumidor e isso inclui todas as etapas como a criação do desejo do produto, contrução e análise do conceito, canais de transmissão, avaliação dos concorrentes vs. situação do mercado de atuação (aproveitar para analisar cada mídia em que irá trabalhar o produto – on e off), os diferenciais, venda e compra efetivada com sucesso, pós-venda e fidelização do cliente. Hoje, com a expansão, avanço e acessibilidade da internet, branding não é uma opção, e sim uma necessidade. É preciso ter uma visão panorâmica para enxergar as possibilidades de atingir seu público, como já dizia Charles Chaplin: “Sabendo pouco como eu sabia sobre cinema, meu sucesso só foi possível porque eu conhecia muito sobre o ser humano”. E você: conhece seu cliente?

Facebook Insights

Baixando os dados do Facebook Insights

Estava olhando pelo grupo do Entusiastas, até que vi a Samira perguntando como contabilizar likes, comentários e compartilhamentos de uma página. Então já tinha feito um post sobre como instalar o Facebook Insights no seu site, porém nunca tinha escrito como armazenar esses dados.

A primeira pergunta que você deve se fazer é “Por que eu vou baixar esses dados se eles já estão bonitinhos lá na página do Insights?”, simples por que o Facebook não te disponibiliza esses dados por mais de 90 dias, ou seja se você quiser buscar os likes da sua página de mais de 3 mêses, você não vai conseguir. Triste né? :(

Como fazer o baixar o Insights do Facebook?

Primeiro você deve ir até a página do Insights, e escolher os dados de onde você deseja trabalhar. Pode ser da uma página, um site ou um aplicativo do Facebook, aqui vou mostrar com a fanpage do blog.

Selecionando o local de onde você deseja, irá aparecer a tela com o insights da sua página. Nesta tela irá aparecer no canto superior direito o botão “Export Data”

Então irá aparecer as duas formas de você extrair os dados da sua página.

  • Page level data
  • Post level data

Sendo o primeiro dados referentes à sua página em geral e o segundo à dados específicos de cada publicação da página.

Você pode fazer baixar o seu insights em arquivo *.XLS ou *.CSV, e também definir o período de tempo que você deseja os dados (lembrando que o Facebook só armazena de até 90 dias).

Logo abaixo de cada tipo de dado existe uma descrição sobre o que são aqueles dados, isto nas Key Metrics, já para as outras guias existe uma Descrição para cada métrica. Agora com base no seu planejamento, suas métricas e indicadores de performance você pode montar um relatório mais completo para o seu cliente e conseguir entender melhor a movimentação dentro da sua página.

Uma dica interessante é sempre tentar cruzar os dados dos dois tipos de relatórios (Page level data Post level data), assim você pode entender por que algum dia você pode ter tido um pico em alguma métrica interessante e no relatório das postagens saber qual foi a postagem que gerou este pico.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.